PRÓXIMA MÚSICA
Title
Artist

TOCANDO AGORA


PRÓXIMA MÚSICA


PEDIDO MUSICAL

“Braço direito” de Cabral está em prisão domiciliar

O operador financeiro da organização criminosa comandada pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral, Carlos Miranda, deixou o presídio de Benfica neste domingo. Ele estava preso havia dois anos e agora, graças à delação premiada, vai ficar em prisão domiciliar. Era para Miranda ter deixado a cadeia na sexta-feira, mas houve problemas com a documentação que atrasaram a soltura. Apontado pelos investigadores como o “braço direito” de Cabral, Miranda será monitorado por tornozeleira eletrônica e vai pagar multa à Justiça no valor de R$ 4 milhões. Segundo a defesa dele, o valor já foi disponibilizado. A condenação de Miranda chegava a 80 anos, mas, com o acordo de delação premiada, as penas caíram a 20 anos, e ele vai ter de cumprir apenas sete. Depois do segundo ano de cumprimento de pena em regime domiciliar, ele fica um ano e meio no regime semiaberto. Em seguida, um ano e meio em regime aberto.