PRÓXIMA MÚSICA
Title
Artist

TOCANDO AGORA


PRÓXIMA MÚSICA


PEDIDO MUSICAL

Chuva atrapalha o dia do carioca

O Rio de Janeiro está em estado de atenção. Por causa da chuva no início da manhã, a cidade chegou a registrar 256 quilômetros de congestionamentos, enquanto o normal é de 35 quilômetros. Metrô, barcas, VLT e trens estão operando normalmente.

Os principais pontos de alagamento registrados na cidade do Rio hoje, de acordo com o Centro de Operações: Lagoa-Barra, na altura da passarela da Rocinha; Fonte da Saudade, na Lagoa; Região da Muzema, no Itanhangá; Curicica, na rua Joviânia, altura da rua Areca.

A cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, passou do estágio de atenção para o de alerta às 7h40. O local que registrou o maior volume de chuva foi o bairro de Charitas. A Defesa Civil de Niterói informa que choveu, em uma hora, 70% da média esperada para todo o mês de novembro na comunidade do Preventório. Houve um deslizamento de terra, sem vítimas, em Jurujuba, Niterói. Sete casas foram interditadas.

Já na cidade do Rio de Janeiro, a Defesa Civil acionou 10 sirenes em sete comunidades desde o começo da chuva forte. As áreas acionadas são: Barão, Comandante Luiz Souto e Ignácio Dias, em Jacarepaguá; Chapéu Mangueira e Babilônia, no Leme; e Cabritos, em Copacabana. O secretário da Casa Civil da Prefeitura do Rio de Janeiro, Paulo Messina, pediu para que a população se cadastre para receber mensagens informações da Defesa Civil por SMS, pelo número 40119 e fornecendo o CEP.

O Centro de Operações Rio, com base na previsão do tempo do Alerta Rio, informou que núcleo de chuva que atua próximo ao Maciço da Tijuca, na região entre a Barrinha e a Zona Sul, permanece estacionado sobre a região, provocando chuva em intensidade moderada a forte.