PRÓXIMA MÚSICA
Title
Artist

TOCANDO AGORA


PRÓXIMA MÚSICA


PEDIDO MUSICAL

Ex-secretário de Cabral é novamente preso no Rio

O ex-secretário de Saúde do governo Sérgio Cabral, Sérgio Côrtes, voltou a ser preso, hoje de manhã, pela Polícia Federal na operação Lava-Jato aqui no Rio. Ao todo, eram 20 mandados de prisão preventiva e um mandado de prisão temporária no Rio e em São Paulo. Dessa vez, a operação envolve as Organizações Sociais (OSs), que são organizações sem fins lucrativos contratadas para administrar unidades de saúde do estado. A OSs alvo da operação é a Pró-Saúde, que administrava vários hospitais na gestão de Sérgio Cabral, como o Getúlio Vargas, Albert Schweitzer, Adão Pereira Nunes e Alberto Torres. Atualmente, a Pró-Saúde, que tem sede em São Paulo, é responsável pela administração do Getúlio Vargas e do Instituto Estadual do Cérebro. A ação de hoje é um desdobramento das operações Fatura Exposta e Ressonância, e é a terceira fase da Lava-Jato no Rio, dentro da área da saúde. Segundo os investigadores, os contratos fraudados permitiram o desvio de cerca de R$ 74 milhões dos cofres públicos. Os contratos da Pró-Saúde aqui no Rio chegaram a representar 50% do faturamento nacional da entidade, que saltou de R$ 750 milhões em 2013 para R$ 1,5 bilhão em 2015.