PRÓXIMA MÚSICA
Title
Artist

TOCANDO AGORA


PRÓXIMA MÚSICA


PEDIDO MUSICAL

Onyx Lorenzoni é um dos parlamentares na mira do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin determinou o fatiamento da delação de executivos do grupo J&F e mandou instaurar procedimentos individuais em relação a dez parlamentares. Entre eles, está o deputado federal Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro.

Fachin atendeu ao pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, feito na semana passada. Agora, Dodge vai decidir em quais casos pede a abertura de inquérito, em quais casos pede arquivamento ou se envia para as instâncias inferiores em razão de o fato não ter relação com o mandato. Além disso, há casos de políticos que podem perder o mandato e o foro em 2019.

Serão abertos procedimentos preliminares em relação a seis deputados: Alceu Moreira, do MDB; Jerônimo Goergen, do PP;  Onyx Lorenzoni do DEM, todos três do do Rio Grande do Sul; Marcelo Castro, do MDB do Piauí); Paulo Teixeira, do PT paulista; e Zé Silva, do Solidariedade de Minas Gerais. E também em relação a quatro senadores: Ciro Nogueira, do PP do Piauí; Eduardo Braga, do MDB do Amazonas; Renan Calheiros, do MDB alagoano; e Wellington Fagundes, do PR do Mato-Grosso.